16 de janeiro de 2018

O jovem Archie Goodwin.


"Em 1930, o jovem Archie Goodwin chega a Nova Iorque ansioso por viver em primeira mão o frenesim da cidade. Esse excesso de entusiasmo começa por lhe trazer dissabores mas acaba por lhe dar notoriedade suficiente para iniciar uma carreira de investigador. Mas será o rapto de Tommie Williamson, filho de um magnata, a pôr Archie frente ao homem que alterará o rumo da sua vida para sempre.
O desaparecimento do pequeno Tommie, de oito anos, está a deixar Nova Iorque em alvoroço. Apenas uma pessoa parece ter a capacidade de deslindar este caso: o genial e excêntrico Nero Wolfe. Mas o detetive vive em luxuosa reclusão e vai precisar de ajuda no terreno. Archie quer desesperadamente encontrar o rapazinho e mostrar que tem a aptidão necessária para formar uma parceria com Wolfe… mas conseguirá ele aquilo que nunca ninguém conseguiu antes?
O Caso de Nero Wolfe fala-nos das origens do duo detetivesco criado por Rex Stout. Robert Goldsborough capta gloriosamente o espírito da Nova Iorque dos anos 30 e revela como Nero Wolfe e Archie Goodwin uniram forças e se transformaram em lendas da literatura policial."

14 de janeiro de 2018

12 de janeiro de 2018

Em defesa dos livros!


À boleia do twitter de Karen Holmes, com óbvia chapelada. Os livros em papel tudo isto e muito mais nos merecem. 

10 de janeiro de 2018

8 de janeiro de 2018

6 de janeiro de 2018

Dia de Reis


Brindo a Gaspar, Baltazar e Melchior. Partilharam ouro, incenso e mirra com quem nada tinha. Foram verdadeiros Reis no seu tempo.

2 de janeiro de 2018

Em português suave


Aqueles gentis biólogos e nadadores salvadores não perceberam que o cetáceo desejava morrer em paz numa praia do Algarve. Adiaram apenas umas horas e o local escolhido. Honra a tamanho entusiasmo lhes seja feita.

1 de janeiro de 2018

10 de dezembro de 2017


Voltamos em 2018.  

7 de dezembro de 2017

Outras músicas.

Da secção: "adults only." 

6 de dezembro de 2017

3 de dezembro de 2017

25 de novembro de 2017

23 de novembro de 2017

Café Central - Santarém


Será que os desavindos argonautas scalabitanos voltarão a reunir? Parece que sim. Lá irei de lágrima ao canto do olho, porque recordar é viver. Aí Santarém, Santarém...

21 de novembro de 2017

Outro(s) Fado(s)



"Lisboa não é apenas luz para encantar turistas. Por detrás das suas fachadas românticas e dos muros altos dos novos condomínios, esconde segredos que ninguém quer revelar. Alguns são negros e podem trazer a morte a quem nunca a imaginou tão cedo.
Quando uma jovem e promissora fadista é assassinada, o detetive Manuel da Rosa penetra num universo desconhecido, até para ele, homem de outras guerras e de muitos casos resolvidos. O fado, afinal, não é só melancolia. 
É também vingança. E é também finança, num mundo onde tudo tem um preço, porque tudo está à venda. Até o amor. De suspeito em suspeito, o detetive atravessa uma cidade que vive já no futuro, sem, no entanto, conseguir largar o passado. Uma cidade que é como ele. Um homem apanhado entre dois mundos. E ainda sem saber qual a sua verdadeira relação com Ana Moreno…" Fonte: Wook